Como se mandam postais para o céu?

segunda-feira, dezembro 15, 2014

Estive a escrever postais de Natal. E no meio da minha "colecção" encontrei um perfeito para ti, riqueza. Pensei mesmo em enviar-to. Sabia exactamente o que te escrever. Escrevia que queria que voltasses dessas férias tão demoradas e me viesses resgatar de uma saudade certeira que todos os dias me arrebata o coração e me deixa vazia. Escrevia que já não tem piada comprar àrvores de Natal pequeninas para a vossa sala, e que a tua toalha de Natal ficava bem mais bonita na tua mesa do que na nossa. Escrevia que os Natais são silenciosos sem a tua voz e que a Aletria já nem sabe ao mesmo. Suplicaria para que voltasses. Gastaria cada mílimetro do postal a descrever as saudades que sinto tuas e a que sabem estas lágrimas que passam pela minha cara sempre que me lembro de ti. Mas, falava também do sorriso que é ter-te aqui: no meu pensamento, no meu coração, no meu sangue. Falaria da felicidade que é ter-te sempre presente, meu anjo, minha riqueza, minha esperança. De todos os postais que escrevi, queria era escrever este teu.. Mas, avó, como se mandam postais para o céu?

You Might Also Like

6 comentários

  1. Ah, eu iria pela via láctea, selando estrelas no papel.

    Que encantador, Mariana.

    Beijo n'alma,
    Sam.

    ResponderEliminar
  2. Adorei, minha linda. Identifico-me tanto, mas em relação a uma Madrinha.<3
    Ah, gostava que me enviasses a tua morada para te enviar um postal de Natal.

    ResponderEliminar
  3. Obrigada a todas, quando é do coração, é assim... :)

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá