O Poder da Diligência {Thich Nhat Hanh}

segunda-feira, dezembro 01, 2014

"A diligência tem quatro aspectos. O primeiro é que, quando as emoções negativas não se manifestaram na nossa mente, não lhes damos qualquer hipóteses de se manifestarem. A psicologia budista descreve a nossa consciência como sendo constituída por duas camadas, dois níveis. A camada mais profunda é designada como consciência de armazenamento e a camada mais superficial designa-se de consciência mental. A consciência mental é a nossa mente normal, a nossa mente de vigília; a consciência de armanzenamento é a nossa mente inconsciente.
A consciência de armazenamento assemelha-se à terra, ao solo, com grande quantidade de sementes guardadas. A nossa consciência de armazenamento guarda sementes de alegria, de perdão, de atenção, de concentração, de insight e de serenidade. Mas guarda igualmente sementes de cólera, de ódio, de desespero e assim por diante. Todas estas sementes são mantidas pela nossa consciência de armazenamento . Uma das funções da consciência de armazenamento é preservá-las.
Quando uma semente é regada na nossa consciência de armazenamento, ela manifesta-se sob a forma de energia na nossa consciência mental e transforma-se numa formação mental. Temos uma semente de cólera, mas, quando ela se encontra adormecida, latente na nossa consciência de armazenamento, não nos sentimos encolerizados. No entanto, quando a semente é tocada, quando é activada, transforma-se numa formação mental chamada cólera, e nessa altura sentimos a energia da cólera a manifestar-se. Podemos imaginar a consciência mental como uma sala de estar e a consciência de armazenamento como uma cave. Se regarmos uma semente de alegria, essa semente manifesta-se no nível mais elevado da consciência mental, embelezando a sala de estar. Se regarmos a semente da cólera ou do ódio, ela transformará a sala de estar da nossa mente num inferno para nos e para aqueles que amamos.
Todos nós temos uma semente de cólera, uma semente de desespero e uma semente de ciumes dentro de nós. O facto de vivermos num ambiente negativo pode fazer despoletar estas sementes. Se vivermos num ambiente positivo, então as sementes da ânsia, da violência, do ódio e da cólera não são tocadas nem regadas facilmente. Por esta razão é sensato escolhermos um ambiente benéfico que evitará que estas sementes negativas sejam tocadas com frequência. Não devemos permitir que as pessoas que nos rodeiam toquem nestas sementes e não devemos permitir-nos regá-las."


Excerto do livro: "A Arte do Poder" de Thich Nhat Hanh

You Might Also Like

2 comentários

  1. Estas tuas partilhas fazem-me tão bem. :) Obrigada!

    R.: Tenho o mesmo problema com os cadernos. Aqueles que têm citações na capa, então... Quero levá-los a todos! :p Mas há que ter controlo na impulsividade! :p Concordo mesmo! Opá, há sempre tanta coisa para destralhar. E ainda bem! :p Todos os dias descubro algo que me está a ocupar espaço e sinto-me tão leve quando o deixo ir. É que é mesmo algo infinito! Obrigada por seres uma inspiração nisto e noutras mil e uma coisas! :)

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá