terça-feira, fevereiro 03, 2015

Às vezes, o amor, é como um fósforo que se parte quando o estamos prestes a acender. Mas que mesmo com a madeira partida nos arriscamos a friccionar para que arda, mesmo que nos queime a pele ou incendeie a casa, porque queremos o calor daquela chama e precisamos daquela luz na nossa vida. Às vezes o amor é perigoso e queima-nos, mas às vezes também nos ilumina a vida e a alma. 

You Might Also Like

1 comentários

  1. Sem dúvida!
    Às vezes, mesmo quando temos a certeza de que nos vamos queimar, acabamos por tentar acender o fosforo.. só para voltar a sentir aquele calorzinho..

    Beijinhos

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá