"O que te atraiu em mim?"

terça-feira, maio 26, 2015


"O que é que te atraiu em mim?" -  Perguntaste-me hoje. E eu sorri-te. Não te respondi, não porque tinha vergonha (não há nada que me deixe com vergonha à tua beira), mas porque realmente não sei. No primeiro dia que te vi, há meia dúzia de meses, bates-te à porta do meu coração e tal como uma esperta raposa cativaste o meu coração. Mas eu nunca soube porquê. Há demasiadas coisas que eu gosto em ti. Mas, se houve algo que me atraiu em ti foi o teu jeito de me cativar. O teu jeito tímido e meio espalhafatoso de sorrir, a forma como te ris das minhas piadas e mesmo quando não falas nos compreendemos. Cativaste-me pela forma como eu sou contigo. Como eu faço, todos os dias, o que posso e não posso só para te ver um bocadinho mais feliz na tempestade. Só para ouvir um teu "Obrigada, Mariana". Não é que eu precise que me agradeças, meu bem, mas ouvir-te dizê-lo faz-me ter noção de que és real. O que temos é real. Esta luta, conquista, esta união. Sim, uni-mo-nos. Uni-mo-nos nas horas que passam pelas nossas palavras soltas e divertidas no vento, pelos olhares cúmplices e por em meia dúzia de meses eu já saber aquilo que gostas, aquilo que sentes e te querer apresentar o meu mundo todo. Não sei o que me atraiu em ti, mas ainda bem que houve algo que nos uniu como um íman se une ao frigorífico. Porque se eu sou pequenina, tu és o meu lugar para ficar. E se tu és frágil eu sou a muralha que te quer proteger. E no fim ao cabo, somos só duas pessoas atraídas pela meiguice do coração uma da outra.

You Might Also Like

2 comentários

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá