{5} por vários motivos, amo-te.

quarta-feira, outubro 21, 2015

Amo-te por vários motivos, tantos que nem sei ao certo quantos são, tantos que, mesmo que quisesse, nunca os conseguiria descrever. Todos os dias amo-te por uma coisa nova: pela forma como quando te zangas comigo a tua voz muda de tom e fazes uma ruga na testa, amo-te pelos concertos que damos juntos, amo-te pelas vezes que me adormeces com o calor do teu abraço. Amo-te pelas vezes que me proteges, apoias, acaricias e alegras com esse teu amor. Amor, que pode ser tão silencioso como as gotas de orvalho que caiem na floresta, como tão grandioso como o rugir de um leão na savana. Amo-te por vários motivos, mas nenhum deles interessa se não for associado a ti. Amo-te a ti, por vários motivos, mas sempre a ti. Sem quês, nem porquês, nem ses, nem histórias de casas assombradas. Amo-te desde o dia em que te conheci, mesmo quando ainda nem sabia o que era o amor. (este sentimento que me invade a cada segundo que te respiro e me torna ainda mais feliz). Amo-te desde a primeira vez que entrelaçamos as mãos e até à última. Sei-o e sinto-o. Não haverá em todo o Universo amor maior. És o meu amor-maior a minha constelação de luzes em dias escuros, a minha estrela guia, o meu tudo mesmo quando todo o mundo parece cheio de nada. Amo-te, amor da minha vida. Desde aquele dia, há cinco anos, atrás em que uma rapariga de dezasseis anos deixou que um rapaz lhe levasse o coração, e por vários motivos, ficasse com ele para sempre.

You Might Also Like

0 comentários

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá