Vamos falar sobre a Paz Mundial.

segunda-feira, novembro 23, 2015

Perguntaram: Queres falar sobre a Paz Mundial?

Não. Apeteceu-me responder. Não quero falar sobre a Paz Mundial porque não é algo que se fale levianamente como quem fala da lista de compras que guarda na manga do casaco. Não quero falar da Paz Mundial nem tão pouco da falta dela. Não quero falar porque nem sei por onde começar. Até porque acho que sim, devemos falar, discutir, argumentar, até conseguirmos dar mais um passinho de bebé até à solução do problema. Ou o que achamos ser a solução do problema.
A pergunta, em questão, foi-me feita assim, do nada, como quem pede um café, numa mesa informal enquanto a minha cabeça divagava sobre entrevistas de emprego e datas importantes. Ouvi falarem sobre a crise da Paz Mundial. “A culpa é dos políticos”. Tudo bem, a culpa é dos políticos e mais…? “Eu não posso fazer nada, sou só uma pessoa.” Completamente errado. Não falo de Paz Mundial muitas das vezes porque o meu coração torce-se todo ao ouvir pessoas da minha idade dizer tamanhas frases ignorantes.

Não me vou prolongar muito. No que diz respeito à culpabilização desta situação claro que o governo tem culpa, mas não são os únicos. E em relação ao que podemos fazer… Vou seguir a vulgar frase “O que eu faço, é uma gota no meio de um oceano. Mas sem ela, o oceano será menor.” Cabe-nos a nós, seres humanos, um dever importante. O de educar os valores que faltam. A sinceridade, cooperação, humildade, sensibilidade, solidariedade, proatividade… Cabe-me a mim enquanto terapeuta, amiga, conhecida, blogger, evocar para uma vida mais humana e menos material. E eu posso fazê-lo. Porque temos que começar por algum lado, porque atitudes positivas influenciarão atitudes positivas. Porque não estamos sozinhos. E o que é que isto tem haver com a Paz Mundial? Porque para além da crise de paz, temos também intrinsecamente uma crise de valores. E posto isto, ainda que haja muito mais a dizer sobre este tópico, hoje fico-me por aqui: pela urgência de educar valores de paz. Pessoas pacificas formaram uma sociedade pacifica e onde há paz, haverá certamente menos guerra.
Por isso, antes de dizerem "não posso fazer nada", pensem nisto. Porque esta é apenas uma coisa, das tantas que pudemos fazer. Como eu costumo dizer: Quem quer faz, quem não quer arranja desculpas.

You Might Also Like

1 comentários

  1. Olá :) Nomeei-te para responderes a uma tag. O link para o post é este: http://grito-silenciado.blogspot.pt/2015/12/tag-de-tudo-um-pouco.html

    Beijinhos *

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá