Cinco estrelas no céu.

sábado, julho 04, 2015

Cresci acreditanto que nada acontece por acaso, que há uma lição em cada coisa boa ou má que nos acontece. Mas às vezes a vida troca-me as voltas e desorienta-me nesta minha crença. Nem sempre compreendo as suas lições. Hoje, quando soube da tua partida, resignei-me a acreditar. Não é possível, saber que mais uma parte de mim morreu, assim, sem deixar aviso prévio. Ainda tenho esperança que isto seja uma brincadeira de mau gosto do destino e que ele resolva que afinal te quer manter connosco, com as tuas gargalhadas, o teu sorriso rechonchudo e os teus abraços apertados. Não percebo, meu bem, como é possível não te voltar a ver, não voltar a termos as nossas brincadeiras e o teu carinho tão especial. Quando soube a notícia, devo-te dizer que uma parte de mim foi-se embora contigo. 
Sempre acreditei que esta doença maluca não te ia levar da nossa beira. Tive esperança, até ao último segundo que recuperasses. Se havia alguém que tinha força para o fazer, eras tu. Mas diz-me... porque quis a vida levar-te de nós? Porque quis ela que este sofrimento começasse a ser parte sistemática dos nossos dias? Se a vida é justa e se tudo acontece por uma razão, porque é que ela te levou de forma tão injusta para longe? Podes dizer-me que "amar é deixar partir", mas a única partida que associo a ti, é quando fazíamos as malas para os fins-de-semanas maravilhosos que passamos todos juntos. Somos família, daquela especial que se escolhe e não se larga. E sei, que tu nunca nos vais largar. É essa a lição que queres que tire disto? Oh vida... eu já sabia que há pessoas que ficam connosco para sempre, escusavas de ser tão injusta.
Escusavas de encher os nossos corações de um vazio que nunca vai passar. Do pensamento corrente de "é mesmo verdade?". Passem os anos que passarem nunca vou acreditar que te levaram de nós.
Tenho sonhado todos os dias contigo. E de tudo aquilo que não te disse nos últimos anos, porque não estivemos tantas vezes juntos quanto queríamos e um postal de Natal é breve demais para te transmitir tudo o que queria. Sinto uma tristeza enorme por saber que tudo isto não passa de um sonho e estas palavras... nunca as vais ler. Diz-me só, se existe lição nesta tua partida, qual é... porque eu bem penso e não há nada de bom, nem uma pequena aprendizagem em te dizer adeus.

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá