Das coisas boas que têm acontecido - parte 1.

segunda-feira, dezembro 05, 2016


Sendo completamente sincera: estava em pulgas para contar ao mundo todo a surpresa que andava a guardas nas mangas. Por isso vou ser rápida: tudo aconteceu num dia normal. Como é habitual vou à caixa de e-mail do Projecto Cartas Cruzadas e não é o meu espanto quando vejo que tenho um e-mail da Revista Amanhecer a dizer que queriam entrevistar-me. Assim, pumbas, do nada, sem aviso prévio. Num dia como todos os outros o meu Projecto foi entrevistado para uma revista nacional. E eu mentiria se dissesse que não me sentia a fundadora mais orgulhosa do mundo. 

Demasiado perto de ter chegado à caixa de correio de 300 pessoas, chegar a casa dos leitores da Amanhecer foi uma coisa que nunca pensei ser possível. Admito: nunca pensei que a ideia do meu Projecto saísse do twitter quanto mais! 



Obrigada. Obrigada. Obrigada! Às pessoas que me fazem companhia quando escrevo cartas e têm paciência para a minha paixão por selos, postais e canetas. Às pessoas que tiram um bocadinho do seu tempo para me apoiarem e falarem do meu projecto. Às pessoas que me pedem cartas e que continuam a escrever-me. Quatro anos de Projecto e de repente parece que nasci para escrever cartas. 

Se quiserem ler a entrevista, vão ao site da Amanhecer que está online, ou a uma das lojas físicas.

You Might Also Like

10 comentários

  1. Muitos parabéns! Tu mereces e muito!! Que venham mais entrevistas :)
    Beijinho grande

    ResponderEliminar
  2. Que bom minha querida!! Fico muito feliz por ti!!
    Mereces este reconhecimento do teu lindo projecto e muito mais!!
    Beijinho enorme ***

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh... grata!!! ♥♥♥
      (mando abraços pelo correio)

      Eliminar
  3. Bem merecidos. bjs e muito obrigada http://krasiva-krasiva.blogspot.pt/2016/12/cartas-cruzadas.html

    ResponderEliminar
  4. Tão bom acordar com notícias destas! Muitos parabéns!
    Este ano decidi que deveria passar mais tempo offline então voltei a escrever para as minhas penfriends da adolescência :) nem dá para acreditar o quanto a minha mão estava enferrujada, nun instantinho começou a doer haha

    E oh, blocos, canetas coloridas, autocolantes, clips são a minha perdição! Sempre desejei que a minha mãe tivesse uma papelaria ao invés de uma loja de flores :D

    Continuação de bom projecto! Nunca desista de escrever cartas, não podemos perder essa actividade tão bonita.
    Vou ler agora essa entrevista.

    *SORTEIO DO LIVRO EPIC BLOG*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Marta, obrigada pela visita ao blog e pelo comentário :)

      Temos a mesma perdição, eu não posso passar por uma papelaria que quero trazer tudo. Acho que são ossos do ofício!

      Beijinhos ♥

      Eliminar
  5. Fiquei tão contente por ti, querida! <3 Mil beijinhos :)

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá