Um armário com alegria

quinta-feira, janeiro 19, 2017

"Does it Spark Joy?"


Depois de vos ter falado de como iniciei o meu "destralhe" do quarto, venho-vos contar como foi destralhar o meu armário. Mas antes tenho que partilhar com vocês a minha relação com as roupas. Como quase todas as adolescentes eu nunca fui grande fã do meu corpo e a minha maneira de lidar com isso era não mais, nem menos do que escondê-lo nas roupas mais largas e mais discretas que haviam (sim, eu usava a roupa do meu pai). Por isso quando comecei a olhar com olhos de ver para a minha roupa, mais do que ser um processo de destralhe foi também um processo de crescimento de auto-estima. As minhas roupas tinham que me inspirar alegria. Obriguei-me a escolher coisas que eu realmente gostava e que claro fosse confortavel na rua. Comecei isto há cinco anos, sensivelmente, mas o traço "discreto" das minhas roupas manteve-se. O ano passado foi o ano em que ocorreu o "boom", emagreci 10quilos e com isso foi muito mais fácil olhar para o meu corpo. Aliás, o grande feito foi passar de um 42 de calças para um 36. Fiz as pazes com a minha roupa. 

Este ano, com o livro da Marie, voltei a dar-lhes mais atenção e descobri coisas espantosas. Comecei por criar este album do pinterest onde coloquei todos os outfits que eu gostava de usar e tenho-os na cabeça quando vou às compras, assim passei a comprar só as coisas que me identificava e me faziam sentir gira. E foi também nesse album que me inspirei para fazer a selecção do meu armário. Então o critério é o seguinte: faz-me sentir gira? Fica. Uso regularmente? Fica. Está em bom estado? Fica. Se o resultado for sim para as três perguntas, taram! O meu armário está selecionado. Já agora as roupas que não ficaram não foram para o lixo, algumas foram doadas a instituições ou a pessoas que eu sabia que iam ficar felizes, algumas foram transformadas em panos para limpeza. O resultado final (após 10500 modificações) foi este:


Lado esquerdo: 
Parte de cima - Lençóis de Inverno (esta técnica para arrumar os lençóis é fantástica) e uma caixa com os lençóis e mantas de Verão. // Parte de baixo - Tenho todas as camisolas penduradas e organizadas por cores e texturas: casacos compridos, camisas, blusas, e casacos de malha. O mesmo em relação às calças, casacos. Tenho as malas de pano peduras numa cruzeta e as malas que não dão para pendurar no chão com jornais a encher (sim, sou uma mulher com poucas malas).

Lado direito:
Parte de cima - Caixa com as roupas de Verão. Dossiers de faculdade/trabalho/coisas pessoais. Tripé da máquina. (Coisas que quase nunca uso). Parte de baixo: Vestidos e caixa onde guardo as coisas de desporto. Lado direito: Bijuteria, caixas das cartas, montes de cadernos de recortes (demasiada alegria!!!!) e caixa de cartas à espera de serem respondida.


Gaveta nº1: O meu maior orgulho! A roupa interior. No livro da Marie ela diz que a nossa roupa interior e as meias tem que estar em perfeito bom estado, primeiro porque: é a primeira que vestimos no nosso dia-a-dia, está mais perto do coração e (salvo excepções) só nós é que vemos. Posto isto comecei a olhar melhor para a minha lingerie, para as minhas meias e até para as minhas cuecas. Fiz uma revisão a pente fino e deixei só ficar aquelas que me faziam sentir: sexy, fofa e gira. Não há espaço para me sentir de outra forma. No livro aconselham também a dispor esta parte do nosso vestuário da forma que achamos mais bonita. Eu encontrei estas caixas cá em casa (que hão-de ser decoradas) e achei que assim a minha gaveta parecia uma montra da intimissimi. Aquela caixa que vêm é a caixa de um relógio que o N. me ofereceu e eu acho linda demais para estar guardada, então uso-a para guardar as minhas "cuequinhas especiais". Também aqui guardo as minhas écharpes (que amo do fundo do coração).

Gaveta nº2: Pijamas e cachecóis. A gaveta mais fofinha e confortavel do meu armário (fico feliz só de olhar para os meus pijamas!) Dobrei tudo usando o Método KonMari que ela explica no livro e realmente poupei muito mais espaço e visualmente é muito mais fácil escolher qual quero usar.

Gaveta nº3: Roupa de Desporto. Aqui vocês vão pensar: "Epá, ela é mesmo desportista". Não sou. Mas tenho montes de roupa para desporto/yoga. Assim guardado, com o método KonMari é mesmo fácil escolher qual é a cor que quero usar para a aula ou para a caminhada. Esta gaveta foi aquela que beneficiou sem dúvida alguma da leitura deste livro.

Gaveta nº4: Roupa para usar em casa. Sim, eu tenho uma gaveta destinada a isto. Aquela roupa que já não está boa para usar fora de casa mas que é super confortável e dá mesmo jeito quando passo uma tarde na cozinha, no jardim ou na horta. Quem tem uma casa com quintal provavelmente vai reconhecer que ter esta gaveta dá mesmo mesmo jeito. Não abdico dela por nada!

Bem este post foi mais longo do que aquilo que eu estava à espera! Mas espero ter ajudado a quem está neste processo de destralhe. Mais uma vez digo, o importante é destralharem à vossa maneira, da forma como vos faz feliz e mantendo aquilo que vos faz sentido. Esta é a minha forma e claro que ela vai mudar, porque estamos em constante aprendizagem. Mas para já, esta é a ideal para mim. Obrigada pela companhia!


{No próximo post vou-vos falar de como organizei a minha secretária}

Um quarto com alegria | Um armário com alegria | Uma secretária com alegria

You Might Also Like

4 comentários

  1. Fizeste alguma escolha em relação a cores? Eu tenho andado a pensar um pouco sobre isso, porque tenho roupas de várias cores, e às vezes não ficam tão bem assim. Estava a tentar ir para tons mais neutros, para ter mais opções de combinações possíveis. Acho que na realidade tenho é de ver que cores é que gosto e que me ficam bem :)

    Mundo Indefinido

    ResponderEliminar
  2. Sou tipo mega fã de organização, por isso é impossível não amar este post!ahahah

    beijinhos, obrigada pelo teu comentário no meu blog (respondi lá) e também já comecei a seguir o teu.

    Another Lovely Blog!, http://letrad.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Adorei todos os textos sobre destralhar o quarto! As minha estantes estão bem organizadas mas o meu armário e gavetas com roupa precisa mesmo de uma selecção. Deste-me motivação para o fazer!! Depois de defender a tese e terminar o capítulo do mestrado, penso que será uma óptima forma de começar a nova fase ;)

    ResponderEliminar
  4. Fiquei muito contente por saber da tua evolução relativamente à auto-estima, às vezes o guarda-roupa reflete muito o que uma pessoa pensa sobre si própria!
    Adorei ver esse armário tão arrumadinho e organizado. Qualquer dia tenho de fazer o mesmo ao meu :P

    ResponderEliminar

Seguidores

Junta-te ao Facebook

Amantes de Chá

Junta-te ao grupo #umaxícaradechá