Há vida na montanha russa.

By Mariana Neves - julho 11, 2018


Esta semana recebi um e-mail que me relembrou as saudades que eu tinha de escrever neste espaçinho. Não é desculpa, mas de repente sinto que entrei "oficialmente em modo-adulta", de "à procura de um sítio melhor" passei para três empregos e projetos lindos a nascer, acordar às 7h já não é sempre um prazer e a minha agenda está cheia de listas de coisas para fazer que não acabam. A verdade é que isto tem sido uma montanha russa. Sou sincera, alguém carregou no botão de acelerador da minha vida e nem pediu licença. Em breve vou ser multada por excesso de velocidade. Ando a tentar que isso não aconteça, porque a multa pode sair-me cara. Por isso: quero voltar a escrever. E graças ao e-mail da D. (obrigada!) quero voltar a partilhar com vocês os meus passos para uma vida mais sustentável (leram que acabou o peixe nos mares europeus?), mais consciente e por mais estranho que pareça - mais tranquila. Até lá deixo-vos a novidade que há um ser de 2 mesinhos cá em casa, adoptado há uma semana, que acorda às 4h da manhã para brincar comigo. Por isso: dicas para cachorrinhos, alguém tem? Obrigada por continuarem desse lado.

  • Share:

You Might Also Like

1 comentários

  1. Bom dia. Ora bem...cachorrinhos. Primeiro, muita paciência, que com amor e carinho tudo se faz. Algumas dicas: definir desde o início o sítio onde vai dormir, para ele se habituar, às vezes pode ganir um pouquinho, é normal, mas depressa se habitua. Colocar o local de alimentação algo distante do sítio onde come. Mal o cachorrinho acorde, ou acabe de comer, pegar nele e levá-lo o mais rápido possível para o local onde quer que ele se habitue a fazer as necessidades (todo o cachorrinho mal acaba de acordar ou comer tem necessidade.....de fazer necessidades). Se nesse local passarem mais cães, é normal que demore mais um pouco para fazer as suas necessidades, existem outros cheiros e a hierarquia nos cães passa muito pelos cheiros que deixam.Claro que ao princípio, irão existir muitos descuidos, é normal, está a aprender. Habituá-lo a segui-la desde pequeno, se tiver um quintal melhor, dê pequenos passeios e vá incentivando a que a siga, por exemplo usando a palavra "vamos", fazer paragens dizendo "quieto", e fazê-lo parar. É importante usar sempre as mesmas palavras. Quando tiver todas as vacinas e puder sair à rua, é bom começar o treino com trela (mas sempre que estiver em local seguro, pode e deve retirar a trela e fazer com que a siga, como fazia no quintal ou em casa, a nível futuro isto é um sossego, pois o cão habitua-se a não fugir). Em casa, desde pequeno, deve deix´-lo sozinho aos bocadinhos durante o dia, para ele aprender a lidar com a separação sem ficar mal. E cordinhas e brinquedos, para ele aprender o que pode e não pode roer. Se estiver a roer algo que não deve, corrigir de imediato, retirando o objecto da boca e dizendo um não muito afirmativo. E atenção, quem entra e sai primeiro de todas as portas é a dona, não o cão, convêm estabelecer a dominância. Espero ter ajudado. Eu adoro cães, sou a feliz dona de oito.

    ResponderEliminar