Há um monte de folhas no jardim ~

By Mariana Neves - março 14, 2019


- Pai!!!! - grito eu no auge dos meus cinco anos. - Paiiiii! Anda cá rápido!
O meu pai estava sentado no alpendre a ler o jornal. Vestia uma camisola azul escura que combinava com o meu vestido, usava também o sorriso mais bonito do mundo que eu já vi.
- Que foi filhota? - Levantou-se e dirigiu-se até mim. Eu estava do outro lado do jardim perto do grande eucalipto. Os pássaros chilreavam à nossa volta. Era um dia lindo de Outono, o sol brilhava e nada de mal podia acontecer. 
- Olha... olha... tantas folhas no chão! 
Cruzo os braços à espera de uma resposta do meu pai. Ele não compreende e ri-se. Vou até dentro de casa buscar as minhas galochas cor-de-rosa e as luvas verdes. Ele espera pacientemente. - Vá, ajuda-me papá!
- O que queres?
- Não sei... Mas olha tantas folhas aqui! - Arrasto as folhas com o pé muito devagarinho. Páro e junto-me ao meu pai, agarro-me à sua cintura. Ele baixa-se até à minha altura. Os meus caracóis loiros esbarram na sua barba.
- O que se passa Mariana?
Começo a choramingar. Agarro-me mais a ele. 
- Estás a ver? Estás a ver o buraco por baixo das folhas? Estás a ver como é grande e fundo? - as lágrimas caiem uma por uma pelas minhas bochechas - E se eu cair? E se lá houverem monstros?
- Não vais cair. As folhas estão a tapar o buraco, estás segura. Em breve já não há buraco. E os monstros ficam todos presos.
- Não papá! O buraco vai ficar sempre ali, só que disfarçado como um monstro muito mau....
O meu pai pega-me ao colo, limpa-me as lágrimas.
- Está bem, eu ajudo-te: vamos tirar as folhas. Mas olha que assim o jardim vai ficar feio e o eucalipto vai ficar mais sozinho. Está bem?
Acalmo-me. Abraço o meu pai.
- Está bem. - respiro fundo, coloco as minhas mãos na cara do meu pai. - Só não quero cair, porque posso esquecer-me que o buraco existe um dia e aí os monstros atacam-me.
- Nunca vais cair, princesa, o papá está aqui. Nenhum monstro me vence!
- Prometes?
- Prometo. Vamos lá limpar este buraco! Pode ser que um dia este buraco vire um lago bonito de tartarugas, que me dizes?
- Boa! És o melhor do mundo!

  • Share:

You Might Also Like

0 comentários