[p]

By Mariana Neves - setembro 28, 2019



Quando te foste embora sabia que nunca iria recuperar. Acreditava que nada voltaria a ser o mesmo. Ainda assim, sabendo que o mundo se tinha virado do avesso, nunca pensei que fosse tão difícil. Nunca pensei que a tua partida me transformasse assim. Nunca pensei que a vida perdesse o seu gosto, que tudo seria um esforço. Nunca pensei que não tivesse forças suficientes. Afinal, sou tua filha não é? 

Fui ignorante, Pai. Ainda sou. Há dias em que sinto que as coisas estão melhores - e algumas estão. Mas muitas delas, a maior parte, ainda são extremamente difíceis - se não impossíveis. A maior parte do tempo estou completamente à deriva. Sem rumo. A maior parte do tempo estou à tua espera, à espera de um sinal teu: o que faço? Para onde vou? Não me canso de esperar contudo. Esperar por ti, ou por aquilo que eu acho que é um sinal teu é aquilo que não me cansa. (Ainda) tenho esperança em ti, que me guies. Que continues a fazer o papel que sempre fizeste tão bem. Diz-me: estou certa por esperar algo? Ou também tenho que ultrapassar isso e desenvolver eu própria os meus sinais?

Não te consigo dizer o quão solitária é a minha vida sem a tua presença. Nunca imaginei que o fosse, que fosse assim. Fui ingénua, tão ingénua. Perder-te foi mesmo o pior que já me aconteceu. Não ter os teus bons dias, o teu beijinho de boa noite. Não ter a tua companhia em qualquer viagem, o teu olhar sempre que o procurava. Fico quieta e tento ouvir-te no meu coração, tento descobrir-te.

Ou redescobrir-te. Se há coisa em que não me enganei é que estás sempre presente. Em conversa com estranhos, no voar das aves, no som do vento a passar pelas árvores. No passar do tempo, que é tão injusto, no mudar das estações que não quero aceitar: lá estás tu. Mas diz-me, ainda assim, porque é tão difícil? Mais do que algum dia imaginei?

Adoro-te papá, mas às vezes acho que não consigo saber viver, ou sobreviver, numa vida sem ti. Desculpa.

  • Share:

You Might Also Like

1 comentários

  1. Oi Mariana... Sinto saudades dos seus posts ♥️ Diretamente do Brasil.
    Um beijo enorme

    ResponderEliminar