Dias de ginásio (antes que o cansaço nos separe).

By Mariana Neves - setembro 16, 2014

Estou morta, exausta e super cansada e não sei como ainda tenho forças para escrever este post.

Como mencionei aqui, desde Julho estou inscrita num ginásio aqui perto de casa. Fiz uma avaliação inicial que me assustou imenso (IMC quase no limite do saudável bem como o perímetro cintura/anca e o IMG elevado) e acordei para a minha condição física. Tinha mesmo que tratar mais do meu corpo, afinal é com ele que vou viver o resto da minha vida e tenho que me sentir saudável e bem nesta pele. Sendo assim - a morder os lábios - propus-me a um plano de treino onde o objetivo era perder 6kg e 4 a 5cm do perímetro cintura e anca. Durante o mês de Julho treinei todos os dias por semana (excepto Domingo) e Deus sabe quanto me custou.
Sempre fui uma pessoa muito sedentária, tirando a natação, o yoga e o badmintown nunca me interessei por nenhum desporto. E sempre que as dores começavam a sentir-se eu era a primeira a desistir. Se vos disser que não conseguia correr cinco minutos seguidos não estou a mentir. A minha resistência sempre foi péssima e a minha determinação para o exercício completamente nula. Contudo não sei o que me deu nesta vez para levar esta adiante (há uns quatro anos já me tinha inscrito num ginásio e só gastei dinheiro... prometi que nunca mais, até que chegou este momento). Quer dizer até sei, tenho um namorado que é o maior desportista do mundo e me acompanhou em (quase) todos os treinos e mesmo quando estava transpirada, quase a morrer, me abraçava e me dava força para continuar. E eu lá arranjei a força e continuei. Dos cinco minutos de corrida passei para os vinte minutos e desde aí foram só evoluções para celebrar. 
Contudo entre Agosto e Setembro tive várias semaninhas de férias e o ginásio não esteve sempre presente. Conclusão quando voltei esta semana as dores instalaram-se logo. Quase como se tivesse sido o primeiro dia de treino. Aliás, teoricamente foi. Depois de dois meses com o mesmo plano de treinos (A e B - pernas e braços: C - cardio) recomecei hoje um novo plano. Desta vez não tenho cardio, tenho só A e B. Hoje fiz o treino A e devo-vos dizer que nunca sofri tanto dentro de um ginásio. Suei em bica, ferrei os dentes, suspirei, tentei, tentei, tentei e... morri. Estou morta, exausta e super cansada e não sei como ainda tenho forças para escrever este post. Aliás, nem sei como amanhã vou conseguir treinar, talvez  descanse e me dedique apenas ao treino de yoga (que é super importante para não perder a flexiblidade e não só claro).
Mas bem, antes de me despedir, isto tudo para dizer que estou apaixonada pelos treinos e que mais vale estas dores musculares - que embora me queixe são óptimas de sentir - do que não saber o que é sentir esta sensação de realização e orgulho. Estou apaixonada por esta sensação, pela energia e qualquer dia dou uma abada ao meu desportista a saltar à corda. Para já fico-me por ser a "aluna" mais orgulhosa dele. Obrigada, meu amor.

Bom descanso e boa noite,
 Mariana.

  • Share:

You Might Also Like

3 comentários

  1. lembrei-me de ti porque sei que gostas destas coisinhas *-*
    já te mandei e-mail *

    ResponderEliminar
  2. Querida Mariana,

    Obrigada pela tua visita ao blog e por teres gostado! Serás sempre bem-vinda!

    Quando entrei no teu blog foi amor à primeira vista. O meu nem se compara (mas vai melhorar :)), e é apenas sobre um aspeto da minha vida, quando sinto que gostaria de escrever sobre tantos outros aspetos (houvesse tempo!)!

    Identifiquei-me de imediato com os teus textos, os teus temas (todos, desde o minimalismo, ao voluntariado, ao feito-à-mão, viagens, receitas...!), a tua forma de celebrar a vida que tento fazer também todos os dias! Que surpresa boa :D. E deixaste-me com vontade de fazer nascer um projeto maior, um blog maior que abrangesse as outras áreas da minha vida. Mas nesta fase tenho mesmo que me concentrar em estudar, por isso fica adiado e a crescer em ideias mais um pouco :).

    O projeto Cartas Cruzadas é qualquer coisa de extraordinário. Parabéns, Mariana. Pareces ser uma pessoa maravilhosa.

    Eu vou ser, com toda a certeza, uma visita assídua deste espaço tão acolhedor.

    Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Oh.... estou emocionada! Estou mesmo de facto, e só me apetece transpor esta barreira do computador e abraçar-te. Obrigada pelas palavras carinhosas, recebi-as com o meu maior e melhor sorriso. Apoiar-te-rei em todos os projectos que aí vêm e em todos os que já existem! Sabes? Não há nada que nós não consigamos. Força :)
      Um xi-coração gigante cheio de carinho e gratidão*

      Eliminar