Menos 10kg e a minha alimentação.

By Mariana Neves - maio 14, 2015

instagram: @mmariananeves

Não me pesava desde Julho (altura em que, como vos contei aqui me inscrevi num ginásio), hoje voltei a enfrentar o medo da balança. Sempre me habituei a encarar a balança como um demónio, tentava afugentá-la com mil desculpas e mais algumas. Desta vez, não foi excepção, adiei este encontro o máximo que pude. A última vez que me pesei tinha 67kg. O objetivo era descer para os 61kg, pelo menos. Andei no ginásio três meses e perdi 4kg. Mas depois, como mudei de cidade, o ginásio não se manteve (porque é que as mensalidades são tão caras?!). Tinha medo de me voltar a pesar porque não sabia que número é que ia ver desta vez. Para minha surpresa estou nos 60kg. Não me lembro da última vez que pensei 60kg devo-vos dizer. 

Não sei quando foi que comecei a "minha dieta" (como quem diz mudança de estilo de vida), foi algo muito progressivo e já dura há uns bons anos. Mas saber que há uns anos a balança marcava 70kg e agora marca menos 10kg é um dos meus maiores motivos de orgulho. Nunca fiz nenhuma dieta maluca. Nunca fui a nenhum nutricionista/dietista. Apenas fiz algumas mudanças que, como se vê, deram resultado. Essas mudanças, foram sempre enquadradas no meu estilo de vida (vegetariana desde 2010) e baseadas nas coisas que fui lendo e que foram funcionando comigo. Atenção que o que funcionou comigo pode não funcionar com todos, cada corpo é um corpo e gostos não se discutem. Cá ficam algumas mudanças que fui fazendo na minha alimentação:

~ Beber 1,5 litros de água por dia ou mais. ~ A água acaba por ser a minha melhor aliada no dia-a-dia, ajuda-me a manter-me saciada, hidratada e afugenta aquelas dores de cabeça que de vez em quando tocam à porta. Tento beber 1,5l por dia, há dias em que consigo até aos 2,5l, outros em que 1l já é muito. Depende muito da organização do meu dia. Se andar de um lado para o outro é-me mais dificil conseguir estar sempre com a garrafa de água. Mas pronto, vale o esforço. 

~ Reduzir a maior parte dos alimentos processados ~ Sei que se cá em casa tiver bolachas ou cereais de pequeno-almoço eles não duram uma semana, porque se houver algum motivo de "nervos" devoro-os logo. Por isso substitui os cereais de pequeno-almoço pela granola e as bolachas por opções mais saudáveis como as bolachas de arroz sem sal (que adoro) ou as marinheiras de chia. O que me ajudou no controlo da alimentação-emocional foi começar a anotar tudo o que como (quando me lembro, vá) e arrastar distracção nessas ocasiões.

~ Substituir os cereais brancos por cereais integrais ~ Agora tento consumir apenas cereais integrais bem como batata doce em vez da batata normal. Cada vez uso mais a quinoa, o cuscuz, o millet, o bulgur... como alternativa a acompanhamento. O mesmo em relação ao pão... integral e um por dia (no máximo). No pão só coloco queijo fresco ou então manteigas vegetais e banana.

~ Não colocar batata na sopa e "abusar" na fruta ~ Ao jantar passei a comer sempre sopa, tento fazer a sopa sempre sem batata apostando mais em legumes como as courguetes, os brocolos, couve... Em dias que não tenho fome como apenas a sopa, noutros adiciono ou uma salada leve ou um iogurte, uma gelatina... o que houver. Opto por fazer um jantar mais leve porque normalmente não tenho grandes gastos energéticos ao final do dia. (para quem estuda até tarde ou treina ao final do dia, esta realidade será diferente). Em relação à fruta uso-a para os meus lanches e como sempre 3 a 5 peças de fruta por dia. Embora esta questão da fruta não seja muito aceite normalmente, uma maçã é sempre mais saudável num lanche do que bolachas cheias de açúcar não é? 

~ Andar com lanches preparados na mala ~ Como nunca sei como acaba o meu dia, ando sempre com uma peça de fruta na mala. Assim se a fome atacar já não tenho desculpa para comer alimentos que não são os melhores. 

~ Planear as refeições com tempo e calma ~ Pela minha experiência este passo é fundamental. Preparar as refeições ajuda-me não só a poupar idas às compras (e muitas vezes dinheiro e tempo) como a fazer escolhas mais equilibradas e razoaveis ao longo da semana. Estabelecei um dia da semana para comer um "luxo", mas mesmo esse luxo tento que seja saudável. Não conto calorias nem nada parecido, mas preocupo-me em ingerir coisas que me fazem bem.

~ Comer aquilo que se gosta, desfrutar e variar ~ Todos os dias de manhã como um quadradinho de chocolate preto (sem açúcar e mais de 70% de cacau) para começar bem o dia. Para além disso nunca faço o mesmo pequeno almoço todos os dias, nem o mesmo jantar. Vario o máximo que posso. Se um dia como papas de aveia, no outro faço um smoothie ou como pão com banana. Mas também se um dia me apetece comer (muito)  um bolo de chocolate, não deixo de o comer. A vida é curta para não desfrutar-mos do que mais gostamos (mesmo que isso nos dê umas gramas a mais).

  • Share:

You Might Also Like

14 comentários

  1. :) Já tinha saudades tuas!
    - 10 kg é muito bom! eu ando uma desleixada, mas assim que conseguir ataco :)

    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Força, estou cá para te acompanhar!
      Beijinhos **

      Eliminar
  2. Que bom ter -te de volta aqui Mariana.
    Uma alimentação cuidada faz toda a diferença nos nossos dias, ao nosso corpo e à nossa mente.
    Eu sou uma pessoa muito cuidadosa com a minha alimentação e revejo-me em muitos (quase todos) dos teus hábitos alimentares. E é impressionante como acabamos por contagiar as pessoas que nos rodeiam. E isso é tão positivo!
    Parabéns pelos 10 kg perdidos querida, estás num óptimo caminho!
    Beijinhos

    ResponderEliminar
  3. Parabéns! Eu também estou tentando mudar um pouco meu estilo de vida para perder uns quilos. Meu objetivo para o verano é 5 quilos pelo menos. A ver se consigo :)
    Beijos

    behindkaleidoscopeeyes.blogspot.it

    ResponderEliminar
  4. Muito bem, estou cheia de inveja. O ano passado perdi 6 kgs, os primeiros 3 foram precisamente com recurso a mudanças simples da alimentação, os outros três foram através da dieta dos 31 dias mas não segui durante muito tempo (e apesar de não ser estupidamente restritiva, tem demasiado foco em proteína animal). Agora ainda preciso de perder mais 6 ou 7 (até porque alguns quilos regressaram), mas vou optar precisamente pelo teu caminho, mudar a alimentação, com calma e sem pressas. Acho que sempre que tive essa abordagem tive resultados melhores. Parabéns pelos resultados e parece-me que estás no bom caminho para uma vida e alimentação saudáveis.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Concordo contigo, acho que esse é mesmo o caminho :)

      Eliminar
  5. Que bom Mariana :) Eu cá também ando a ver se como melhor e 5Kg já foram :)

    ResponderEliminar
  6. Boa! 10 kg é muito bom!
    Planear e diversificar ajuda bastante, não é? Esta nossa vida actual stressante e rápida dá cabo da nossa alimentação e saúde...
    Beijinhos e boa semana:))))

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É exactamente isso que sinto Catarina, se não planear vai tudo por água abaixo :) Mas nós somos fortes, força!!!

      Eliminar
  7. Parabéns Mariana! E isto só mostra que com paciência, esforço e dedicação conseguimos alcançar o que queremos.
    Lembra-te que a balança indica apenas um número (eu bem sei o que é querermos ver os números a descer). Desde que entraste neste "estilo de vida" a tua saúde é que mais tem beneficiado com isso :)
    Continua a lutar pelos teus objectivos! Beijinho*

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo! Obrigada pelo apoio! Beijinhos** :)

      Eliminar