Destralhar o armário pela milésima vez (ou talvez não...)

By Mariana Neves - junho 06, 2016

Foi algures em 2013 que me comecei a interessar por minimalismo e que me aventurei nesta jornada. Muito graças ao blogue The Busy Woman and The Stripy Cat foi a Rita que me despertou o bichinho da vida mais simples e com menos tralha. Mas foi a Ana do blogue Ana, Go Slowly que me ajuda a manter este foco. Contei aqui como correu o meu primeiro destralhamento do armário desde aí nunca mais parei. Perdi a conta das vezes que esvaziei o meu armário, revi as minhas roupas e seleccionei o que queria manter. De todas as vezes apercebo-me de coisas que vou guardando, sem usar e sem razão. Os meus pais dizem que estou a ficar viciada em organizar e arrumar, eu acho que não consigo (nem quero) manter as minhas coisas desorganizadas e o caminho ainda é longo.


No domingo passado voltei assim a tirar tudo do armário e a analisar peça por peça. Tinha lido sobre o armário cápsula no blogue da Ana e no blogue da Catarina e fiquei curiosa. Como a Catarina diz no blogue dela: Um armário-cápsula é constituído por um conjunto fixo de peças de roupa por estação (não aumenta), que tenham o maior número de combinações possíveis entre si e que permitam suprir todas as necessidades diárias de visuais profissionais e de lazer. Este número de peças varia entre as 20 e as 40 e pode-se incluir ou não (é à escolha) o calçado e os acessórios (lenços, carteiras...). Não se inclui roupa interior, nem roupa de dormir ou desporto. 

Gostei da ideia, pesquisei sobre ela no pinterest, apercebi-me daquilo que era o meu estilo e lançei-me nesta nova aventura. Desta vez fiz a selecção de forma diferente. Para além de excluir as coisas que já não usava (e que continuava a guardar sei lá porquê), perguntei a mim mesma: como é que esta roupa me faz sentir? Porque temos sempre aquelas peças de roupa que associamos a alturas menos boas e claro, quando usamos não nos sentimos tão bem quanto seria de esperar. Exclui também essas. Acredito que se algo não nos faz bem, não vale a pena manter (seja o que for). Escrevi todas as roupas que tinha num papel e no final acabei com 70 peças de roupa totais (apesar de ter duas gavetas com de roupa de desporto e roupa de andar no quintal...). Claro que o número de roupa ainda não é o ideal, mas já é um começo, não é?


A verdade é que havia roupa que quase não usei. Gostei do conceito quando a comprei, mas não me identifiquei com ele no dia a dia. Uma coisa que tenho vindo a aprender com o tempo é: não vale a pena tentar ser algo que não sou. Se o que eu gosto são camisolas brancas largas não me parece que camisolas pretas justas seja uma boa compra, não é? Saíram do meu armário mais de dez roupas. Para quem tem curiosidade, as roupas que não permaneceram no meu armário bem como algumas bijutarias estão para ser (ou já foram) trocadas neste grupoE por aí, também há armários cápsulas? Contem-me! 

Um xi-
Mariana.

  • Share:

You Might Also Like

8 comentários

  1. Fiz um massive decluttering à coisa de um mês e meio e continuo a achar que tenho demasiada roupa (e pouca arrumação). Acho que no meio daquilo tudo tenho um armário cápsula, porque noto que uso muitas vezes as mesmas peças, algumas das outras é que ainda não saíram! E tirando um conjunto para ginásio, não compro roupa à seis meses :D
    Adriana

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Também tenho que aderir a isso de não comprar nada há seis meses! :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  2. Não tenho um armário-cápsula porque o meu... bem, já é bastante pequeno. Nunca tive muita roupa, nem gosto de ir comprar, por isso só compro quando a roupa que tinha já está quase a se desfazer e não tenho outra opção. Mas de vez em quando também dou uma volta pela roupa, e há sempre qualquer coisa que está em bom estado mas que já não faz sentido para mim. Vou juntando essa roupa, e depois doo, normalmente à Comunidade Vida e Paz.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É isso mesmo Catarina, muito bem! :)
      Beijinhos*

      Eliminar
  3. Como é bom ler estes posts!! Ficar inspirada com coisas que já me inspiram por si só!
    Sou uma fã de arrumações e destralhanços desde que me conheço. E quando penso que já não há nada mais para destralhar e organizar aqui em casa, vem-me uma vontade súbita de o fazer! E arranjo sempre onde o fazer!! Aqui há uns dias tirei tudo (tudo mesmo) do meu closet, limpei-o muito bem limpo e voltei a arrumar tudo. E consegui destralhar uma série de coisas. No final senti-me exausta, mas tão feliz!!
    Beijinho querida obrigada pelas partilhas que aqui fazes!

    ResponderEliminar
  4. Também adoro destralhar! Embora não tenha um armario capsula, sou seletiva na roupa que mantenho e também na que compro! Prefiro ter pouca coisa e usar tudo, do que muita só a ocupar espaço e a acumular pó! :) Beijinho!

    ResponderEliminar