Organização, foco e nada mais.

By Mariana Neves - agosto 02, 2016

{Retirado daqui}
Quando iniciei a minha vida de adulta foi também quando comecei os meus passos no que toca à organização, ao foco e ao minimalismo. Será escusado dizer que li o blog da Rita "The Busy Woman and the Stripy Cat" uma série de vezes: do inicio ao fim. Li também alguns livros e alguns blogs. E assim fui dando os primeiros passos: uma mudança aqui, outra acolá. Até que cheguei ao exacto momento em que estamos agora. Vinte e dois anos e completamente fã de uma vida organizada, focada... mas também relaxada!

Vou admitir que também sou fã da proscastinação. Como portuguesa e mulher que sou há duas coisas que me são típicas: faço várias coisas ao mesmo tempo e sempre em cima da hora (e às vezes do joelho). A segunda forma de reagir perante as tarefas do dia-a-dia não é de todo a minha favorita. E ando a tentar mudá-la. Mas vou-vos ser sincera: fugir dos planos é demasiado fácil para mim. Por isso é que só me faz sentido a organização andar de mão dada com a determinação.

Percebi que as coisas comigo funcionam muito bem se eu determinar os meus objetivos claramente (mesmo os mais desnecessários como fazer esfoliação à segunda-feira) e manter tudo à minha volta organizado. Com isto quero dizer: a minha produtividade dispara em flecha se tiver o quarto arrumado, as ementas delineadas, a roupa passada, o e-mail sempre arrumadinho... e por aí em diante. Claro que há dias em que não dá para ter tudo perfeito, até porque somos seres humanos. Mas uma pessoa vai tentando e lá vai conseguindo. Para mim, são pequenas atitudes, que se transformam num bem maior. Sim, organizar a emente tira-me tempo do meu dia, passar a roupa toda de uma vez também, bem como tudo o resto... Mas o tempo que ganho, a qualidade de vida que ganho é bastante superior. E afinal, é disso que estou a falar: qualidade de vida. Conseguir fazer mais, aproveitar mais, viver mais. 

Este final de Junho/ início de Agosto foi a verdadeira barafunda para mim. Andei a fazer voluntariado em eventos de sustentabilidade, inscrevi-me como voluntária em dois projectos, viajei e no meio de tanta coisa nova a aparecer, às vezes custa manter-nos em equilíbrio. Como quando estamos a fazer a postura da árvore (no yoga) e não paramos de cair, mesmo quando tudo o que queremos é estar alinhados. 

Às vezes ajuda-me respirar. Outras vezes escrever sobre a importância que a organização e a determinação têm na minha vida, basta-me para o "sininho da consciência" ser ativado. E isto, foi o que me ajudou por hoje. E a vocês... o que ajuda?

  • Share:

You Might Also Like

6 comentários

  1. Um das coisas que faço muitas vezes (e já não é de agora...) é fazer listas. Listas de tudo e de nada. Listas de objetivos, listas de tarefas, listas de compras. Listas também tarefas simples como fazer a esfoliação ;) e mudar os lençóis. Também me ajuda a manter o foco. A realidade é que se não colocar em papel, eu que me distraio facilmente, esqueço-me de fazer até coisas simples como essas. Começo a fazer outra coisa qualquer, que às vezes não é tão necessária e "desfoco-me" do que é necessário.
    Escrever no blogue também ajuda a focar-me e a interacção que consigo na internet inspira-me a continuar o meu caminho.
    Beijinhos, bom trabalho e continua :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente o que eu sinto!!! Aliás este comentário podia muito bem ter sido eu a escrever :p

      Eliminar
  2. Tenho andado nessa luta da organização, mas é algo que demora tempo... Não que eu seja uma pessoa desorganizada (até nem sou), mas comecei um processo de "destralhar" que parece não ter fim... Porque implica tudo, desde os papéis que tenho guardados, aos arquivos no computador, passando pelos meus objectivos de vida e projectos que quero realizar. Ter isto tudo encaminhado demora tempo e dá um certo trabalho :) Especialmente a parte dos nossos sonhos... Determinar os nossos objectivos claramente por vezes não chega, eu preciso de ter acções concretas de como alcançar esses objectivos, sabes? Mas é um caminho, irei chegar lá, e espero que também chegues onde pretendes :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Olá Catarina! Sim quando se começa a destralhar, também sinto que é um processo que não tem fim! Mas nós vamos lá chegar, e de repente, um dia, vamos ver que tudo está muito mais simples, mais fácil e tudo vale a pena! :)

      Em relação aos objetivos dos sonhos, concordo plenamente! Desde que comecei as minhas sessões de coaching, estabeleço muitos objetivos a longo, médio e curto prazo. Se quero X, o que vou fazer para o conseguir? E mantenho-me fiel ao que defino e espero ambicionar. :) Tem resultado até agora!

      Obrigada pela tua partilha*

      Eliminar
  3. Respirar e escrever também é essencial para mim. Sei que se adiar tarefas, tudo fica mais dificil... Mas agora ando assim, uma valente procrastinadora. :) O yoga e a meditação ajudam-me imenso a manter o foco! Mas há sempre fases mais dificeis, também fazem parte da vida e temos de aceita-las! :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Exactamente Helena, são fases. Mas também acho que às vezes é preciso aceitar, mas outras é preciso mudar de atitude. Não achas? :)

      Eliminar